7 de fevereiro de 2017

The  animals you can find in the Night Safari!
Os animais que você pode encontrar na Focagem Noturna!



 Ocelot  - Jaguatirica


Lobo-guará - Maned Wolf





Lobinho - Crab-eating Fox
Anta - Tapir



Jacaré do Pantanal - Caiman


A famosa Onça-pintada ! The majestic Jaguar!


 Coruja Orelhuda - Striped Owl

Tamanduá bandeira - Giant Ant Eater


Coruja Suindara - Barn Owl


Agende jã seu passeio!
Book the tour!

http://www.fazendasanfrancisco.tur.br/hotsite/view/contato/

Carnaval no Pantanal!

Pacotes de Uma a quatro noites no Pantanal!


Conheça nossos pacotes!


Os passeios/atividades são:
 Safári fotográfico com caminhada
 Passeio de chalana com pescaria de piranhas Cavalgadas Canoagem Caminhadas Focagem noturna de animais silvestres (carro) Churrasco pantaneiro
 Palestra e Palestra sobre o Pantanal
 Pensão completa (01 quebra-torto, 01 almoço pantaneiro e 01 jantar de fazenda);
 Pernoite em apartamento com ar condicionado, ventilador e frigobar;
 Acompanhamento de guia pantaneiro e;
 Seguro passeio.

Passeio de Cavalgada nas áreas de cerrado e criação de gado!



Cada pernoite inclui: Passeios de acordo com a programação da pousada (02 diurnos + 01 passeio ou atividade noturna); Pensão completa (01 quebra-torto, 01 almoço pantaneiro e 01 jantar de fazenda); Pernoite em apartamento com ar condicionado, ventilador e frigobar; Acompanhamento de guia pantaneiro e; Seguro passeio.



Valores por pessoa em:

Valor Apto Single: R$710,00
Valor Apto Duplo: R$ 484,00
Valor Apto Triplo: R$ 454,00 
Valor Apto Quádruplo:  R$ 432,00 
Crianças 05 a 11 anos - R$ 385,00
Ate04 anos FREE!

Não incluso:

 Transporte in/out fazenda;
 Bebidas;
 Gastos extras


Horários:

 Entrada no apartamento: 16h00
 Fim do pacote: a definir pelo cliente
 Saída do apartamento: 13h30


O que trazer para sua viagem ao Pantanal:
• Protetor solar
• Repelente de insetos
• Sapato fechado (tênis e/ou bota) – 2 pares
• Chapéu ou boné
• Roupa de banho (para piscina)
• Equipamento fotográfico ou filmadora
• Binóculos
• Calça comprida para cavalgada (preferência jeans)
• Casaco impermeável para proteção de vento
• Casaco e roupa de frio para focagem noturna durante o inverno (abril a setembro)
• E... Muito pique!!!
  • Transporte IN/OUT Fazenda
  • Guia interprete / bilingue
  • Gastos extras como bebidas, lojinha, entre outros.

Passeio de Chalana com pescaria de Piranhas!



Reservas no email: reservas@fazendasanfrancisco.tur.br
Whatss upp: 67 99964 5732
Seja bem vindo e boas aventuras no Pantanal Sul * Fazenda San Francisco.
(67) 3242-1088 / 3242-3333 /99964-3929

3 de maio de 2015

Fazenda no Pantanal lança pacote para Observação de Felinos Silvestres!

Fazenda San Francisco oferece a você, amante da natureza, a oportunidade de conhecer um lugar considerado um dos mais ricos em biodiversidade do mundo, o Pantanal Brasileiro. É considerado por especialistas um excelente local para a observação da vida silvestre, sobretudo para FELINOS e AVES, com mais de 336 espécies registradas oficialmente. O motivo desta diversidade de animais é a abundância de recursos alimentares em diferentes ambientes como os campos abertos, vazantes, cerrados, corixos, rios e campos de arroz irrigado. Além disso, apóia Projetos de Pesquisa Cientifica como Gadonça, Jaguatirica, Papagaio-verdadeiro, Herpetofauna e Arara-azul.
Jaguatirica! / Ocelot

Principal objetivo de visualizar os Felinos do Pantanal

Datas para as saíddas regulares em 2015:
Junho
De 18 a 21
Outubro
De 22 a 25


Roteiro dia a dia para 4 dias e 3 noites de muita aventura e emoção:
1º dia 
Chegada na Fazenda a tarde.
15h00 – Saída em Safári Fotográfico – safári para reconhecimento da fauna e flora pantaneira
18h00 – Palestra sobre o Pantanal e Biodiversidade Pantaneira
19h00 – Jantar de Fazenda
20h00 – Focagem Noturna de Felinos e Animais Silvestres do Pantanal
Pernoite na Fazenda.

2º dia 
Das 6h00 as 6h30 – Quebra-torto
6h30 – Safári Fotográfico pela área da Cascalheira e fundo da Fazenda, visita ao Oncervatório 
Retorno para a sede para Almoço Pantaneiro
14h30 – Palestra sobre a Ecologia e Conservação dos Felinos do Pantanal: Onça-pintada, Onça-parda e Jaguatiricas
15h00 – Passeio de Voadeira no Corixo São Domingos
19h00 – Jantar de Fazenda
20h00 – Focagem Noturna de Felinos e Animais Silvestres do Pantanal
Pernoite na Fazenda.

3º dia 
Das 6h00 as 6h30 – Quebra-torto
6h30 – Cavalgada pelas áreas de criação de gado da Fazenda – convivendo com a cultura pantaneira e o conflito da atividade pecuária e as onças no Pantanal
Retorno para a sede para Almoço Pantaneiro
16h00 – Safári Fotográfico com visita ao Rio Miranda, Caminhada na Trilha do Carandá. Retorno em Focagem Noturna de Felinos e Animais Silvestres do Pantanal
21h00 – Jantar de Fazenda
Pernoite na Fazenda.

4º dia 
Das 6h00 as 6h30 – Quebra-torto
6h30 – Safári Fotográfico mais curto e Caminhada na Trilha da Vazante 
Retorno para a sede para Almoço Pantaneiro
13h30 – Check out do apartamento. Tenham uma boa viagem.




O Pacote Inclui:
Passeios exclusivos para o grupo de acordo com o roteiro acima
Refeições: (03 quebra-tortos, 03 almoços pantaneiro e 03 jantares de fazenda)
Pernoite em apartamento com ar condicionado, ventilador, frigobar e banheiro privativo
Guia Pantaneiro especializado em Pantanal
Biólogo especialista em felinos do Pantanal – Palestras 
Seguro passeio


Não inclui:
Transporte in/out Fazenda
Bebidas
Gastos extras 

Valor do Pacote – 3 Pernoites / Diárias
Valores por pessoa.
PACOTE JAGUARWATCHING – Saídas Regulares 2015:
Apartamento Single
R$ 2.592,00
Apartamento Duplo
R$ 1.734,00
Apartamento Triplo
R$ 1.585,00

Observações importantes:

A Fazenda estará confirmando estas saídas com grupo mínimo de 6 pagantes
Preços válidos até Dezembro 2015
Roteiro ilustrativo sujeito a alteração de horários e ordem das programações

O que trazer?

Protetor solar, repelente de insetos, chapéu ou boné
Jaqueta ou casaco para proteção de vento (focagem noturna)
Dois pares de tênis ou sapato fechado
Calça jeans para cavalgada.
Roupa de banho para piscina
Binóculos, máquina fotográfica e muito pique!!!

Para reservar escreva no roberta@fazendasanfrancisco.tur.br

Onça-pintada no Safari Noturno!

Fazenda San Francisco Agro-Ecoturismo
Pousada e Passeios no Pantanal Sul * Miranda
Mato Grosso do Sul * Brasil
 www.fazendasanfrancisco.tur.br
http://blogpantanalfazendasanfrancisco.blogspot.com" blogpantanalfazendasanfrancisco.blogspot.com
  www.fazendasanfrancisco.tur.br/birding/
 www.jaguarinpantanal.com

Central de Reservas: Email:  HYPERLINK "mailto:reservas@fazendasanfrancisco.tur

27 de março de 2015

Fazenda-Pousada no Pantanal recebe revista Marie-Claire Internacional

Fazenda-Pousada no Pantanal recebe revista Marie-Claire Internacional - veja noticia completa em: http://www.fazendasanfrancisco.tur.br/noticias/ - veja as fotos:

As meninas chegaram muntadas nas motos Triunf.


Conhecendo as miudezas pantaneiras...


Curtindo o visual da Trilha da Vazante no mirante de 10 metros com vista para o Pantanal alagável.


Vida de Pantaneiro: Correndo atrás do boi....


Na estrada indo para a Fazenda San Francisco...


E o lamaçal....


Estas 5 francesas são muito animadas e corajosas. Obrigada Marie-Claire por escolher a Fazenda San Francisco!

Por Carol Coelho – Marketing Digital
Fazenda San Francisco – Pantanal – Miranda – MS
Pousada e Passeios.

6 de março de 2015

Novela Pantanal - fotos e história desta novela que marcou o Brasil e virou referencia no Pantanal.

A novela conta a história de José Leôncio, um peão de comitiva que chegou com o Pai Joventino ao Pantanal, onde compraram uma fazenda e começaram a criar gado de corte. José Leôncio e seu pai caçavam Marruás um tipo de boi selvagem que vivia solto pelas matas da região aumentando assim seu rebanho na fazenda. Um certo dia Zé Leôncio viajou com os peões em comitiva e pediu para que seu pai não fosse caçar Marruá sozinho, entretanto o velho Joventino acabou indo caçar e desapareceu na imensidão do Pantanal. Zé Leôncio voltou de viagem e procurou pelo pai sem sucesso. 

 Nesse dia ele prometeu que ia trazer um Marruá no laço todos os dias só para ter a esperança de encontrar o pai. Passado algum tempo, Zé Leôncio se tornou um fazendeiro rico e foi para o Rio de Janeiro cobrar uma dívida, onde conheceu e se apaixonou por uma jovem fútil e mimada, de nome Madeleine. 

 A família de Madeleine era da alta classe carioca, porém seu pai era viciado em jogo, acabando aos poucos com o status da família e os deixando perto da falência. Antero, pai de Madeleine, aceita que José Leôncio se case com sua filha, recebendo dele um bom dinheiro para tentar resgatar o status da família. Ele a leva para o Pantanal e a engravida. Mulher da cidade grande, Madeleine não se adapta ao mundo rural, à rude vida pantaneira e à rotina de peão do marido. Durante uma das viagens de Zé Leôncio em comitiva, levando gado para a venda, ela foge com o amigo Gustavo que vai buscá-la no pantanal e o filho de poucos dias, para a cidade do Rio de Janeiro.


  Amargurado, Zé Leôncio tenta em vão recuperar o menino, que acabara de nascer, mas acaba concordando em deixá-lo com a mãe na cidade grande. Passa a viver então com Filó, sua empregada, que já tinha um filho, Tadeu. Ele reconhece Tadeu como seu afilhado considerando ele seu filho. Vinte anos depois, o filho legítimo, Jove (Joventino), finalmente decide ir conhecer o pai. Mas o choque cultural é grande e os dois têm sérias dificuldades para se entender.



Sentindo-se rejeitado pelo pai, que acha que o filho é afeminado, e ridicularizado pelos peões por causa de seu jeito de moço da cidade, Joventino decide retornar ao Rio, mas leva consigo Juma Marruá, moça criada como selvagem pela mãe até a morte desta, assassinada por encomenda numa trama paralela de vingança entre posseiros de terras e vítimas de grilagem. Tal como a mãe, comenta-se no Pantanal que Juma se transforma em onça pintada. Passado um tempo no Rio, onde o choque cultural é agora sofrido por Juma, Joventino retorna ao Pantanal para não ter que se separar de sua "onça" amada. Desta vez, ele está disposto a se adaptar ao estilo de vida local. Jove começa a se acertar com o pai e com Juma e vai se transformando num autêntico peão pantaneiro, surpreendendo a todos continuamente.



 A história tem ainda um lado sobrenatural, baseado no fascinante folclore da região Pantaneira: os principais personagens, com exceção de José Leôncio, frequentemente se deparam com uma figura conhecida como "O Velho do Rio", um curandeiro idoso que cuida das pessoas atacadas pela Jararaca Boca-de-Sapo, uma cobra venenosa, ou que simplesmente se perdem na extensão do Pantanal. Todos comentam que o Velho do Rio é o Pai de todas as sucuris, que ele se transforma em sucuri também sendo ele a maior de todas. O povo acredita que O Velho do Rio se trate do pai de José Leôncio, o desaparecido peão Joventino, de quem o neto Jove herdou o nome. Além do Velho do Rio e da história de Juma Marruá como onça pintada, uma terceira trama sobrenatural enriquece a novela: a figura do misterioso peão Trindade, que teria um pacto com o diabo, ou seria ele próprio a encarnação do diabo.


No decorrer da trama, José Leôncio descobre a existência de um terceiro filho seu, na verdade o primeiro dos três: José Lucas de Nada, fruto do primeiro relacionamento sexual dele com a prostituta Generosa, em um prostíbulo de Goiás para o qual fora levado pelo pai ao completar quinze anos de idade a fim de "mostrar que era macho". O sobrenome de José Lucas era De Nada, pois o mesmo não tinha pai para lhe dar um sobrenome, assim que Zé Leôncio o reconheceu como filho ele passou a ser chamar José Lucas Leôncio.




A saga da família Leôncio inclui, finalmente, o complicado relacionamento com o fazendeiro vizinho, Tenório, cujo passado como grileiro de terras o liga às tragédias familiares de Juma e seus pais, bem como de outros peões e agregados tanto da fazenda de José Leôncio como do próprio Tenório. O mau-caratismo deste e sua inclinação a vinganças covardes colocará em risco em diversas circunstâncias a família de José Leôncio. Por sua vez, Tenório também estará na mira de forasteiros que vieram de longe em busca de vingança contra o homem que destruiu a vida e os bens de seus pais.

E agora o final.... quem assistiu lembra....


Pantanal Fazenda San Francisco. Miranda MS. Venha conhecer e desfrutar das belezas do nosso lindo Pantanal. 


Seca ou Cheia? Quando é a melhor época para conhecer o Pantanal?

A região é regida por ciclos de chuva e seca, que mudam radicalmente a paisagem do Pantanal que é um local com uma das maiores concentrações de fauna silvestre do mundo: uma infinidade de espécies de aves, jacarés, cervos, capivaras, onças e outros animais são possíveis de serem vistos na Natureza.



Porém é importante saber que o Pantanal muda de cenário a cada estação. É sempre exuberante! Em cada uma das estações possui características próprias, variando de acordo com a presença ou não das chuvas. A precipitação anual do pantanal é em média 1500 mm, mas com grande concentração nos meses de Novembro a Março. A cada ano que passa este período de enchente e cheia tem se modificado frequentemente.

Abaixo definimos os CICLOS DAS ÁGUAS do Pantanal para que você possa programar melhor sua viagem para esta belíssima região. Veja:

Estação das Águas - Período de Dezembro a Março

Com as chuvas de verão parte do Pantanal fica alagado, a fauna e a flora se revigoram e o Pantanal atravessa uma de suas épocas mais exuberantes. As principais características desta época são as mais belas paisagens, com água por todas as partes e muitas aves aquáticas, como o tuiuiú, os cabeças-secas, o carão, patos, marrecas e garças.
Entre os mamíferos mais comuns podemos encontrar a capivara, o lobinho e o cervo do Pantanal. As plantas aquáticas estão em reprodução e podemos observar as mais diferentes formas e cores nas baías e corixos, além de muitas borboletas e outros insetos muito interessantes.
Também é a época de se observar o mais lindo pôr-do-sol do ano. O período da cheia normalmente vai de janeiro a março. 

Também período de Piracema (reprodução de várias espécies de peixes). Os peixes se espalham pela planície alagada. Importante trazer dois pares de sapato fechado caso um deles molhe.

Estação da Vazante - Período de Abril a Junho - Em Abril, as chuvas diminuem e o nível das águas começa a baixar formando lagoas e poças d´água, onde milhares de peixes ficam presos, servindo de banquete às aves aquáticas que se concentram nestas regiões. 



É o período em que a água escoa, sempre no sentido leste para oeste. As águas da cheia vão de encontro aos Rios Miranda, Aquidauana e outros que fazem parte da planície pantaneira e seguem para o Rio Paraguai, o principal rio do pantanal.

A temperatura fica mais amena, e as noites mais estreladas.  Os mamíferos que se dispersaram na estação da cheia começam a retornar e dar o ar de sua graça. Ocorre o nascimento de gramíneas que servem de alimento para o gado, cervos, capivaras e outros animais herbívoros.  Com sorte podemos observar espécies como queixadas e catetos, o cervo-do-pantanal, e os macacos: bugio e prego. É uma época muito bonita e gostosa de se visitar o Pantanal pois o clima ameno, a ausência de mosquitos e as belas paisagens da vazante juntamente com a volta da movimentação dos animais nas áreas secas formam um belo conjunto para uma agradável visita. Porém nunca se esqueça de trazer roupa de frio neste época.

Estação da Seca - Período de Julho a OutubroA estação da seca ocorre de junho a outubro e os rios do Pantanal voltam ao seu leito original. É o melhor período para a observação da vida selvagem. Os campos ficam secos e a maioria das árvores perdem suas folhas. Os animais se deslocam grandes distâncias a procura de água. A falta de chuvas encolhe as lagoas, revelando a planície e facilitando o transporte por terra. 
Os campos começam a secar, oferecendo vastas áreas para pastagem, onde os mamíferos buscam alimento e água nas poças d´água remanescentes. A partir de Agosto ocorre a floração dos ipês, localmente chamados de piúvas (rosas) e paratudos (amarelos). As aves entram na estação reprodutiva, vocalizando muito e com suas plumagens em melhor estado. Também é a melhor época para observar os tamanduás, quatis e mãos-peladas. No final da estação da SECA é um período de grandes queimadas, que causam muito sofrimento para a biodiversidade. As queimadas são importantes pois muitas flores brotam após as queimadas, porém se o fogo é muito forte causa um grande impacto negativo para o Pantanal. Após o período de estiagem (sem chuvas) começam as chuvas novamente e reinicia o ciclo das águas no Pantanal.

Estação da Enchente – Período de Outubro a Dezembro Período que normalmente se inicia em outubro quando as primeiras chuvas vêm para aliviar o fim da sofrida estação da seca. As chuvas são intensas e quando caem nas regiões montanhosas que circundam o Pantanal, descem para a planície e lentamente transforma a paisagem seca em verdes campos.
Devido ao longo período de seca, demora um tempo para que o solo sature de água a ponto de transbordar. Também é a época de muita fartura de alimento para as aves que iniciaram sua reprodução nos meses anteriores, sendo muito comum avistarmos filhotes se alimentando com seus "pais".

O que trazer para a sua aventura no Pantanal: Protetor solar, Repelente de insetos,  Sapato fechado (tênis) – 2 pares caso um molhe, Chapéu ou boné,  Roupa de banho (para piscina), Calça comprida para cavalgada,  Equipamento fotográfico ou filmadora com bateria ou pilhas recarregáveis ou extras,  Binóculos, Casaco impermeável para proteção de vento,  Casaco para focagem noturna durante o inverno (abril a setembro).  E... Muito pique!!!
Seja bem vindo e boas aventuras no Pantanal da  Fazenda San Francisco!
Fazenda San Francisco Agro-Ecoturismo
www.fazendasanfrancisco.tur.br
Pousada e Passeios no Pantanal Sul * Miranda * Mato Grosso do Sul * Brasil 
Telefones: 00 55 67 – 3242-1088 / 3242.3333 * Celular da Fazenda: 67-9964-3431
SKYPE: reservas.sanfrancisco / MSN: reservas_sanfrancisco@hotmail.com (somente MSN)



Visite Pantanal e Bonito!!!